Pequeno Dicionário Podólatra (Atualizado)

Assim como todas as tribos, a podolatria também tem seu pequeno dialeto e os termos quase em sua totalidade estão em inglês, apesar de hoje em dia muitos deles tenham sido aculturados por aqui. Mas para que ainda não está familiarizado com algumas expressões, ai vão as principais e não deixar ninguém pagar mico ou ficar sem endenter certas conversas:

 

Barefeet – Pés descalços. Se alguns amam ver pés desfilando em botas, sandálias, scarpins ou tamancos, outros só se excitam vendo os pés descalços.

Baunilha (vanilla) – É o termo usado para relação convencionais que não englobam praticas do BDSM.

Bondage – Arte de amarrar, mais comumente utilizando-se cordas, podendo-se também utilizar panos, tiras elásticas e até fitas adesivas. Nome também empregado para qualquer forma de prender a outra pessoa, inclusive por algemas ou correntes, no caso ods podólatras para poder usar e abusar dos pés do parceiro.

Crushing – Prática em que o podólatra gosta de ver uma mulher esmagando frutas (foto), comidas, objetos, animais ou mesmo partes do seu corpo.

Dangling – É aquela balançadinha de sapato que a mulher fica displicentemente fazendo, às vezes sem perceber, com as pernas cruzadas, meio que batendo eventualmente o solado na sola.

Fetichismo – Erotização de objetos, comportamentos, vestimentas ou partes do corpo.

Footjob – Imagine uma punheta com os pés… Imaginou? É mais ou menos isso. Como se as solas fossem mãos, o pé faz o serviço.

Misofilia feet – Misofilia é a prática envolvendo sujeira, mas podemos considerar Misofilia Feet como a prática envolvendo pés sujos.

Podolatria ou podofilia (Termo usado em Portugal) – É a fantasia sexual/atração por pés.

Retifismo – Nome dado para aqueles que gostam de determinados tipos de sapato, tenis e meias.

Smell feet – Chulé! Ainda que pareça impossível, tem quem ame um cheiro de meias usadas ou pé bem fedido.

Spanking – Cenas de espancamento. Nome utilizado dentro da comunidade BDSM para o ato de bater. No Brasil, spanking engloba o ato de bater com as mãos, chicote, vara, chinelo ou palmatória. Prática usada no BDSM, mas pode ser utilizada apenas nos pés pelos podólatras.

Tickling – Tortura por meio de cócegas.

Trampling – Para podólatras que curtem ser pisoteados, servir de tapete ou base de salto para suas amadas. Alguns, chegam a suportar dez vezes o seu peso.

Worship – Para aqueles que curtem ficar em adoração aos pés da amada, só beijando, lambendo, mordendo, degustando…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s